Links Úteis
 
 
 
 
 
 
Cem anos da Revolução Russa será tema de painel no Congresso da CSP-Conlutas
Data: 11/10/2017

O 3° Congresso da Central Sindical e Popular (CSP-Conlutas) ocorre no ano do centenário da Revolução Russa. O evento trará um painel para debater a importância dessa luta que mudou a História da humanidade e serve como exemplo para a classe trabalhadora até os tempos atuais. A atividade será realizada no dia 13 e contará com declarações em vídeo do neto do revolucionário Leon Trotski, Esteban Volkov, e da historiadora e feminista norte-americana Wendy Goldman.

Em 1917 a classe trabalhadora russa se levantou contra a opressão do regime czarista. O cenário era a 1ª Guerra Mundial que levou à morte milhares de russos. Diante de um país econômica e politicamente falido, a revolução foi encabeçada pelos setores mais oprimidos da sociedade. Os trabalhadores, organizados nos sovietes (conselhos populares), pararam as máquinas, decidiram ocupar as fábricas e tomar o poder e entraram para a história.

O regime adotado foi o socialismo, sistema econômico voltado para as necessidades do povo. As leis foram criadas pelos operários e foi possível avançar na luta contra as opressões como em nenhum outro momento da História. A Rússia foi primeiro país a se preocupar com os direitos das mulheres e medidas foram tomadas para possibilitar cada vez mais a participação feminina na política.

Esse exemplo de luta, sua mobilização e a auto-organização dos trabalhadores será debatido no 3° Congresso da Central. Quais os desafios para que a classe trabalhadora faça sua revolução nos dias de hoje? Quais erros não repetir e acertos que podem ser usados nas mobilizações atuais? Esses e outros pontos serão debatidos em um painel específico sobre o tema, que permeará todo o Congresso, que tem como tarefa discutir e definir as estratégias da Central para o próximo período.

A CSP-Conlutas acredita em uma sociedade que tenha como pilares a luta contra a exploração e a opressão e defende que isso só será possível superando o regime capitalista e sua substituição por uma sociedade socialista. Para a entidade, com o aumento das mazelas sociais em todo o mundo, pode-se afirmar que capitalismo não deu certo.

Vídeos e debates

O painel sobre a Revolução Russa será realizado no dia 13 e contará duas declarações gravadas em vídeo. Uma enviada pelo neto do revolucionário Leon Trotski, Esteban Volkov, e outra pela historiadora e feminista norte-americana Wendy Goldman. Autora do livro ‘Mulher, Estado e Revolução’, Goldman esteve no Brasil em setembro deste ano, quando gravou a saudação.

O painel contará, também, com a participação de quatro debatedores: o dirigente da Liga Internacional dos Trabalhadores (LIT-QI) Martin Hernandez; o professor da universidade de Massachusetts Kevin Murphy; o professor da Universidade Federal Fluminense (UFF/RJ) Wanderson Fábio de Melo e o historiador Valério Arcary.

Fonte:
CSP-Conlutas
Compartilhe com seus amigos:
Twittar Compartilhar
 
Comentários
 
Deixe seu comentário aqui:
 
Nome: 
Email (não será divulgado): 
Comentário (sujeito a moderação): 

Av. General Rodrigo Otávio, 3000, Campus Universitário, Coroado.
CEP 69080-005 Manaus, AM. Fone/Fax (92) 3088-7009 / 3305-4103.
E-mail: aduasindicato@gmail.com [Ver Mapa de Localização]