Whatsapp

Viva Melhor


   


  19/12/2019



Greve Nacional da Educação é apontado em seminário do ANDES-SN



 

 

O Seminário Nacional “Lutar unificados para avançar na reorganização e enfrentar o neoliberalismo” do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES-SN) definiu o calendário de lutas para 2020, com destaque para Greve Nacional da Educação, em 18 de março.

 

 

O Seminário foi realizado entre os dias 14 e 15 de dezembro, no Fórum Sindical, Popular e de Juventudes de luta pelos Direitos e pelas Liberdades Democráticas, no Centro de Formação do Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo (Sinpeem). O evento resultou em uma carta, com a consolidação dos debates realizados ao longo dos dois dias e em um calendário de lutas para o primeiro semestre.

 


Participaram do seminário diversas categorias de trabalhadores, movimentos sociais, estudantis, de juventude, populares, do campo e da cidade. Os debates foram fomentados por três mesas, que contaram com a presença de docentes, pesquisadores, economistas, analistas políticos e lideranças sindicais, os quais abordaram a conjuntura nacional e internacional e os desafios para os trabalhadores e suas entidades representativas.

 

 

Antonio Gonçalves, presidente do ANDES-SN, falou sobre a importância do evento em um importante momento de planejamento. “foi um importante momento de reflexão e balanço das lutas das entidades, sindicatos e organizações, e dos desafios colocados para o primeiro semestre de 2020. A grande tarefa para o próximo período é ampliar a organização dos fóruns nos estados, para que a gente possa, efetivamente, avançar no processo de reorganização da classe trabalhadora de forma mais ampliada. Temos deliberação da base do Sindicato Nacional para construir esse espaço e estamos conseguindo avançar nesse processo de organização”, destacou.

 

 

Carta e calendário de lutas

 

 

O segundo dia do Seminário foi marcado pelo debate, entre as entidades presentes, sobre a organização do Fórum Sindical, Popular e de Juventudes de luta pelos Direitos e pelas Liberdades Democráticas e do Encontro Nacional da Classe Trabalhadora (Enclat).
 

 


Ao final do evento, foi lida a carta do Seminário, na qual as entidades que compõem o Fórum conclamam lutadoras e lutadores sociais do país para a construção do Encontro Nacional da Classe Trabalhadora, apontado como etapa fundamental para o processo de reorganização da classe trabalhadora. O documento traz ainda o calendário de mobilização para o primeiro semestre de 2020. Confira abaixo.

 


 
Calendário de lutas:

 

21 de fevereiro – Bloco na rua no carnaval 2020

 

08 de março – Dia Internacional da Mulher

 

18 de março – Greve Nacional da Educação

 

01 de maio – Dia Internacional dos e das Trabalhadores e Trabalhadoras

 

 

Fonte: ANDES-SN com edição da ADUA-SSind

 



Galeria de Fotos
 




energia solar manaus

Manaus/Amazonas

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:


aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL