Av. General Rodrigo Otávio, 3000, Campus Universitário UFAM - Coroado

Whatsapp +55 92  98152-1840
+55 92  98138-2677

Viva Melhor


   


  03/03/2020



8 de março: brasileiras vão às ruas contra Bolsonaro, por democracia e direitos



 

 

O dia 8 de março será marcado por protestos em todo o país. O “grito” feminino será contra Jair Bolsonaro, pelo fim da violência contra mulheres, contra o feminicídio, por democracia e por direitos. Atos políticos e culturais estão programados para demonstrar a insatisfação das mulheres com as medidas do governo que impactaram a vida de milhões de brasileiros, principalmente das mulheres, negras, pobres e periféricas.

 

No Amazonas, serão realizados um ato unificado "MULHER, DEMOCRACIA, PAZ e TRABALHO. A Zona Franca FICA. FORA Bolsonaro!", no dia 6 de março (sexta-feira), a partir das 16h, no Largo São Sebastião, Centro de Manaus, e uma panfletagem no dia 8 de março, às 7h, na Feira da Grande Circular do São José.

 

Preconceituoso e machista, o governo Bolsonaro em apenas um ano de mandato diminuiu os investimentos nos serviços públicos, alterou as regras da aposentadoria, diminuiu os direitos dos trabalhadores, modificiou a Lei Maria da Penha e cortou recursos destinados às políticas de enfrentamento à violência contra mulher, como a Casa da Mulher Brasileira.


A dirigente da secretaria da mulher trabalhadora da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Juneia Batista, afirmou que o 8 de março deste ano será um dos maiores já vistos. “Agora que as mudanças na Previdência já estão na conta dos trabalhadores e das trabalhadoras, neste Dia Internacional da Mulher, as questões fundamentais são lutar contra Bolsonaro, pela democracia, pela retomada do Estado de Direito, pela vida das mulheres, como Marielle, Claudia e Dandara, vítimas de violência. Além, claro, em defesa dos serviços públicos como suporte para a vida das mulheres, será um dos maiores protestos já vistos”, afirmou.

 

A América Latina é um dos lugares mais perigosos para ser mulher. O Brasil é o quinto país do mundo em que mais ocorrem casos de feminicídio. “Mulheres morrem pelo simples fato de serem mulheres”, diz Juneia Batista. A dirigente alerta ainda que os casos de feminicídio não param de crescer. Somente em 2019, aumentaram em 13%.

 

Além de Manaus, também irão ocorrer atos nos seguintes munícipios do Amazonas:

 

Parintins

6 de março, 8h30, Exibição do Filme Estrelas Além do Tempo, auditório da UEA

7 de março

- 8h, Café da Manhã e Oficina de Cuidados, na Associação de Moradores do Itaúna II;

- a partir das 8h, Acolhimento: Saberes Sabores e Saúde; Concurso de Painéis; Roda de Escutas e Cuidados - Fala Mana!; Oficina de Poética Feminina; Roda Infanto-Juvenil: Projeto Vida e Almoço Solidário, na Teia de Culturas (Casa de Cultura);

- 9h, Encontro do Sinptempin e Associação de Mulheres Vitória Régia, no Auditório do Centro Pastoral Mãe de Deus;

- 16h, Gravação da campanha mundial "O estuprador é você!", performance contra a violência contra a mulher, em frente ao Bumbódromo.

8 de março

- 8h, encerramento do Concurso de Painéis "Mulheres desenham seus Nãos" com entrega de certificados e troféus, na Teia de Culturas (Casa da Cultura). 

 

 

Veja a programação em outros Estados:

 

São Paulo (SP): 8/3, às 14h, Av. Paulista

São José dos Campos (SP): 6/3, ato unificado, às 17h, na Praça Afonso Pena

Porto Alegre (RS): 9/3, às 17h30, Largo Glênio Peres

Belo Horizonte (MG): 8/3, às 9h, Praça Raul Soares

Ouro Preto (MG): 8/3, às 9h, concentração na Praça Tiradentes

Juiz de Fora (MG): 7/3, às 9h, Parque Halfeld, ato político; festival Marielle Franco, às 12h, Praça da Estação

Natal (RN): 9/3, às 15h, concentração na catedral, Av. Deodoro (centro)

Recife (PE): 8/3, atividades descentralizadas com atos culturais em Nova Descoberta, Ibura, Brasília Teimosa e Casa Amarela 9/3, ato unificado, às 13h, no Parque 13 de Maio, centro do Recife

Vitória (ES): 6/3, às 15h, concentração na Casa Porto, Centro

São Luís (MA): 9/3, ato unificado com concentração a partir das 15h, na Praça Deodoro, Centro

Macapá (AP): 6/3, Marcha das Mulheres, às 15h, na Praça Veiga Cabral 8/3, atividade Político Cultural, às 15h, na Praça Floriano Peixoto

Florianópolis (SC): durante toda a semana do dia 2 ao dia 9 de março, palestras e atividades culturais. 9/3, ato a partir das 18h, no centro da Cidade

Criciúma (SC): 8/3, às 14h, no Parque das Nações

Balneário Barra Sul (SC): Encontro Estadual das Mulheres Indígenas Guarani, de 5 a 8/3, com ato político no dia 8/3.

Goiânia (GO): 8/03, às 8h, panfletaço e agitação política, Rua 44; 9/3: ato unificado, às 8h, Praça Cívica

Rio de Janeiro (RJ): 9/3, ato unificado, às 17h, Candelária

Belém (PA): 8/3, ato unificado, às 9h, Escadinha/Docas

Teresina (PI): 7/3, roda de conversa no Angico sobre violência doméstica, às 16h; roda de conversa no Parque da Cidadania às 16h (unificado). 8/3, café da manhã no Angico, às 8h; 9/3, ato unificado na Frei Serafim às 9h, concentração no Karnak; 13/3, roda de conversa sobre violência doméstica no Dandara, às 17h.

João Pessoa (PB): 8/3, às 15h, Busto de Tamandaré, Orla de Tambu

Aracaju (SE): 8/3, às 9h, Arcos da Orla de Atalaia

Fortaleza (CE): 8/3, às 13h, Dragão do Mar, 81, praia de Iracema

 


Fonte: Jornal GGN com edição da ADUA-SSind



Galeria de Fotos
 




energia solar manaus

Manaus/Amazonas
Av. General Rodrigo Otávio, 3000, Campus Universitário UFAM - Coroado

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:
+55 92  98138-2677
+55 92  98152-1840
aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL