Whatsapp

Viva Melhor


   




Frente Escola sem Mordaça se reúne amanhã (22) para debater continuidade de luta



Data: 21/11/2018

A Frente Nacional Escola sem Mordaça se reúne novamente para discutir os rumos da mobilização contra o projeto Escola sem Partido e seus semelhantes que tramitam nos estados e municípios. A reunião acontece nesta quinta-feira (22), às 9h30, na sede do ANDES-SN.

Nas últimas semanas, a Comissão Especial da Câmara dos Deputados, que analisa o PL 7180/14, o Escola sem Partido, tem tentado aprovar o substitutivo do relator, deputado Flavinho (PSC-SP). Diante da ofensiva, integrantes da Frente e parlamentares da Comissão contrários ao PL conseguiram impedir a leitura do relatório.

A Frente, composta por diversas entidades ligadas à educação pública, vem se reorganizando para enfrentar os ataques à atividade docente e a educação brasileira, segundo Cláudio Mendonça, 2º tesoureiro e um dos coordenadores do GTPE do ANDES-SN.

“Essa reunião tem uma importância crucial, pois ela tem conseguido reorganizar várias entidades, entre elas, o ANDES-SN. Entendemos que só iremos derrotar esses ataques à educação brasileira se tivermos a capacidade de continuar a fazer essa unidade, que tem se mostrado vitoriosa na Câmara dos Deputados onde conseguimos impedir várias vezes a leitura do relatório na Comissão Especial”, disse.

O diretor do ANDES-SN também afirma que a Frente Nacional Escola sem Mordaça tem ressaltado a importância da reorganização das frentes aonde elas já existem e não estão articuladas, e nos lugares inexistentes.

Calendário de Lutas

Na última reunião da Frente, ocorrida no dia 14 deste mês, os integrantes deliberaram pela adesão à audiência pública sobre o Escola sem Partido na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) no dia 27 de novembro. Também se mobilizará no dia 28 de novembro no Supremo Tribunal Federal (STF), quando será apreciada a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) sobre o projeto “Escola Livre” de Alagoas. A Frente inseriu em seu calendário de lutas a participação na audiência pública sobre os ataques à educação que será realizada no Congresso Nacional no dia 5 de dezembro e às demais mobilizações na data.

“Sairemos mais fortalecidos da reunião de amanhã para enfrentar esses projetos da extrema-direita que tentam atacar a liberdade do trabalhador da educação”, ressalta o diretor do Sindicato Nacional.

Fonte: ANDES-SN


Galeria de Fotos
 




energia solar manaus

Manaus/Amazonas

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:


aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL