Av. General Rodrigo Otávio, 3000, Campus Universitário UFAM - Coroado

Whatsapp +55 92  98138-2677
+55 92  98138-2677


Viva Melhor


   




CSP-Conlutas lança campanha contra as privatizações comandadas por Temer



Data: 28/08/2018


Privatizações do pré-sal da Petrobras, da Eletrobras, dos Correios e da Embraer. Esses são alguns dos ataques empreendidos pelo governo de Michel Temer e combatidos pela Central Sindical Popular (CSP-Conlutas). A entidade lança, neste segundo semestre, uma campanha contra as privatizações aprovada pela Secretaria Executiva Nacional (SEN) e divulgada na última reunião da Coordenação Nacional da entidade, ocorrida de 17 a 19 de agosto, em São Paulo (SP).

Na divulgação da campanha, a CSP-Conlutas frisa que “não é de hoje que as estatais brasileiras sofrem fortes ataques com a venda para o capital privado e internacional, mas o governo Temer tenta dar um salto considerável na entrega de importantes empresas brasileiras”. A entidade cita a privatização de setores significativos da Petrobras como o pré-sal, da Eletrobras, ferrovias, dos Correios e a negociação a venda da Embraer para a norte-americana Boeing, assim como projetos que afetam diretamente a saúde e educação públicas.

Em diversos pontos do documento com a Resolução de Conjuntura da Coordenação Nacional da CSP-Conlutas, a entidade cita as privatizações como um dos alvos principais a ser combatido pela classe trabalhadora. Conforme a entidade, “temas como a luta contra a implementação da Reforma Trabalhista, a defesa do emprego, a luta contra as privatizações, contra a Reforma da Previdência e a corrupção são elementos e tarefas que se colocam para o conjunto de nossa classe e, partindo das inúmeras demandas objetivas, podem e devem ser o antídoto unificador dessas lutas e mobilizações”.

A Central afirma que os trabalhadores brasileiros e de outros países da América Latina são atacados com os planos de ajustes fiscais, demissões, aumento da inflação, reformas e privatizações como parte da política imperialista. De acordo com a CSP-Conlutas, “uma ofensiva de desnacionalização e privatizações também têm garantido a entrada de dólares, comprando o que o governo está entregando, mas, mesmo assim, vivemos quase uma estagnação econômica”.

Nas tarefas, eixos e palavras de ordem aprovadas durante a reunião da Coordenação Nacional da entidade é citado o combate a privatizações nos seguintes trechos: “Defesa da Petrobrás 100% estatal com controle dos trabalhadores. Não à privatização ou qualquer forma de venda do patrimônio ou empresas estatais, como venda de ações, ativos ou mesmo práticas do tipo gestão compartilhada com iniciativa privada ou PPS!” e “Contra a privatização da Eletrobrás e dos Correios e a venda da Embraer para a norte americana Boeing!”.

No Calendário de Lutas da entidade, a privatização também é tema recorrente. A CSP-Conlutas definiu: “Construir e participar do 8º Seminário Nacional Contra a Privatização da Saúde organizado pela Frente Contra a Privatização da Saúde e em defesa do SUS, em 23 de novembro” e “Construir e participar dos seminários estaduais preparatórios ao Seminário Nacional Contra a Privatização da Saúde”.

Matérias relacionadas


Fonte: ADUA

Com informações da CSP-Conlutas


Galeria de Fotos
 




energia solar manaus

Manaus/Amazonas
Av. General Rodrigo Otávio, 3000, Campus Universitário UFAM - Coroado

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:
+55 92  98138-2677
+55 92  98138-2677
aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL