Av. Rodrigo Otávio Jordão Ramos, 6.200, Campus Universitário da UFAM, Setor Sul, bairro Coroado - CEP 69077-900 - Manaus/Amazonas

Whatsapp +55 92  98138-2677
+55 92 4104-0031


Viva Melhor


   


  25/03/2022


Campanha Salarial 2022: ANDES-SN reafirma em nota continuidade da luta



 

A Diretoria do ANDES-SN divulgou, nesta quinta-feira (24), a nota pública “Campanha Salarial 2022: Intensificar a mobilização pela recomposição salarial em unidade com os(as) SPFs”. No documento, o Sindicato Nacional reafirma a continuidade na luta unificada pela recomposição de 19,99% nos salários dos trabalhadores e das trabalhadoras do funcionalismo público federal, considerando a realidade de diferentes calendários nas universidades.

 

“A partir das deliberações das assembleias de base do nosso sindicato, que reafirmamos a necessidade de fortalecermos de modo unitário a pauta da Campanha Salarial 2022 que tem apontado o índice de 19,99% para recomposição salarial das servidoras e servidores federais, bem como a luta pela revogação imediata da Emenda Constitucional 95 e a necessidade de barrar a continuidade de votação da PEC 32”, afirmou o ANDES-SN.

 

Em reunião do Fonasefe com a Secretaria de Gestão de Desempenho de Pessoal do Ministério do Planejamento, no último dia 22, foi reforçada a pauta emergencial. Mas, o representante do governo apontou que será dada uma resposta até 1º de abril sobre a abertura da mesa de negociações.

 

“Diante desse contexto, reafirmamos a necessidade de potencializar ações locais e regionais em torno da construção da greve, conforme apontado na última Reunião do Setor, que centra nossa ação na manutenção da mobilização e na perspectiva da unidade dos(as) SPFs a partir da agenda do Fonasefe, mantendo o estado de greve e assembleias permanentes nas seções”.

 

Na última reunião do Setor das Ifes, realizada na segunda-feira (21), foi encaminhado: 1) manter as mobilizações e o processo de construção da greve unificada dos(as) SPFs a partir da agenda do Fonasefe, “pois entendemos que não existe nenhum prazo delimitador para mantermos a mobilização” e a construção de uma greve, e 2) manter o estado de greve e assembleias permanentes nas AGs, entre 11 a 14 de abril, e seguir o calendário nacional de mobilização. As informações do relatório do encontro. No documento também foi divulgada a agenda de lutas até 9 de abril.

 

Leia a nota na íntegra:

 

NOTA DA DIRETORIA NACIONAL CAMPANHA SALARIAL 2022: INTENSIFICAR A MOBILIZAÇÃO PELA RECOMPOSIÇÃO SALARIAL EM UNIDADE COM OS SPF

 

A Diretoria do ANDES-SN reafirma a importância desse momento de luta das servidoras e dos servidores federais que, desde o início do ano, estão construindo um conjunto de mobilizações, atos e paralisações em torno da Campanha Salarial Unificada articulada pelo conjunto de entidades que constroem o Fonasefe e o Fonacate.

 

O ANDES-SN, em especial, por meio das reuniões do Setor das Federais, com a participação das seções sindicais de todo o país, tem enraizado os debates, encaminhamentos e agendas construídas em unidade com o(a)s Servidore(a)s Público(a)s Federais.

 

Foi nesse âmbito, a partir das deliberações das assembleias de base do nosso sindicato, que reafirmamos a necessidade de fortalecermos de modo unitário a pauta da Campanha Salarial 2022, que tem apontado o índice de 19,99% para recomposição salarial das servidoras e servidores federais, bem como a luta pela revogação imediata da Emenda Constitucional 95 e a necessidade de barrar a continuidade de votação da PEC 32.

 

Nesse sentido, tanto a diretoria nacional quanto as seções sindicais têm participado das atividades construídas, sejam aquelas organizadas em Brasília, sejam as agendas articuladas por meio dos fóruns estaduais de servidores e servidoras.

 

Em especial neste mês de março, intensificamos a nossa mobilização de construção da greve, diante da falta de resposta do governo, que não tem atendido à solicitação de abertura de negociação já protocolada pelo conjunto de entidades do Fonasefe. É preciso dizer, no entanto, que estamos diante de uma realidade de diferentes calendários em nossas universidades, na qual muitas retornarão para as atividades presenciais a partir de abril.

 

A agenda de mobilização, conforme informado via Circular nº 084/2022, vem sendo viabilizada e construída nacional e regionalmente:

 

08/03 – Dia de Luta Internacional das Mulheres “Pela vida das mulheres, Bolsonaro nunca mais! Por um Brasil sem machismo, sem racismo e sem fome”;

09/03 – Lançamento do Comando Nacional de construção da GREVE (atividade virtual) e início das rodadas de assembleias para instalação dos Comitês Locais de construção de greve e votação do dia de paralisação no dia 16 de março;

16/03 – Dia Nacional de Mobilização, paralisações e manifestações em todo Brasil, com ato em Brasília e nos Estados;

18/03 – Rodada de Assembleia para apreciar a deflagração da greve para 23/03;

21/03 – Reunião do Setor das Federais do ANDES-SN;

23/03 - Indicativo para o início da Greve Geral por Tempo Indeterminado, respeitando a especificidades de cada entidade;

1º/04 – Ato em Porto Alegre pelas Liberdades democráticas e em defesa dos serviços públicos.

 

Além dessa agenda, no dia 22 de março de 2022, o Fonasefe conseguiu uma reunião com Secretaria de Gestão de Desempenho de Pessoal do Ministério do Planejamento, quando a pauta emergencial para todos e todas o(a)s SPF, entregue em 18 de janeiro de 2022, foi reforçada, destacando a necessária correção salarial de 19,99%, bem como a exigência da imediata abertura de mesa de negociação para tratar desta e outras reivindicações.

 

Para além da insistência do representante do governo em apresentar justificativas superficiais sobre o não atendimento da pauta até o momento, o governo sinalizou que dará uma resposta até dia 1º de abril de 2022 sobre o aceite ou não da abertura da mesa de negociação.

 

Diante desse contexto, reafirmamos a necessidade de potencializar ações locais e regionais em torno da construção da greve, conforme apontado na última Reunião do Setor, que centra nossa ação na manutenção da mobilização e na perspectiva da unidade dos SPFs a partir da agenda do Fonasefe, mantendo o estado de greve e assembleias permanentes nas seções.

 

Nesse sentido, reforçamos o calendário de luta apontado na última Reunião do Setor das Federais, ocorrida em 21/03/2022 e cujo relatório foi enviado via Circular nº 103/2022:

 

- Vigília todos os dias na porta do Ministério da Economia, em Brasília, conjuntamente com demais entidades do Fonasefe;

- 23 de março – entregar ofício em nome do Fonasefe e individualmente por todas as entidades que fazem parte do Fonasefe solicitando uma audiência com o governo no dia 23/03/22, às 10h;

- 29, 30 e 31 de março – Jornada de Luta, em Brasília, nos dias, com caravanas de base de todo Brasil;

- 30 de março, quarta-feira – Ocupa Brasília;

 

Importante que os sindicatos estaduais, regionais e locais construam caravanas para Brasília para participar da Jornada de Luta, em especial do Ocupa Brasília.

 

Fazem parte ainda da agenda de mobilização do Fonasefe as seguintes datas:

 

a) Dia 01/04/22 – Ato pela Liberdades democráticas: ditadura nunca mais, convocado pelo ANDES-SN, na cidade de Porto Alegre;

b) Dia 07/04/22 – Dia Mundial da Saúde. Fortalecer atos que vão ocorrer em todo Brasil destacando a defesa do SUS;

c) Dia 09/04/22 – Dia Nacional construído pelo Comando Nacional de Luta pelo Fora Bolsonaro.

 

O ANDES-SN segue em luta pela recomposição salarial e comprometido com a construção de unidade junto às/aos trabalhadoras/es do serviço público federal!

 

REPOSIÇÃO SALARIAL, JÁ!

 

Brasília(DF), 24 de março de 2022

Diretoria do ANDES-Sindicato Nacional



Galeria de Fotos
 

 

COMENTÁRIO:


NOME:


E-MAIL:

 






energia solar manaus

Manaus/Amazonas
Av. Rodrigo Otávio Jordão Ramos, 6.200, Campus Universitário da UFAM, Setor Sul, bairro Coroado - CEP 69077-900 - Manaus/Amazonas

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:
+55 92 4104-0031
+55 92  98138-2677
aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL