Av. Rodrigo Otávio Jordão Ramos, 6.200, Campus Universitário da UFAM, Setor Sul Coroado - CEP 69080-900 - Manaus/Amazonas

Whatsapp +55 92  98138-2677
+55 92 4104-0031


Viva Melhor


   


  17/03/2022


Docentes participam do Dia Nacional de Mobilização, Paralisações e Manifestações dos(as) SPFs



 

Em mais um ato de reivindicação pelo reajuste salarial emergencial de 19,99%, servidoras e servidores públicos(as) federais de todo o país participaram, na quarta-feira (16), do Dia Nacional de Mobilização, Paralisações e Manifestações, com atos em Brasília (DF) e nos estados. A atividade também deu início a vigília  em frente ao Ministério da Economia, até o dia 23 de março, quando deve ser deflagrada a greve geral, caso o governo federal não negocie com a categoria.

 

Docentes do Rio Grande do Sul (RS), Belém do Pará (PA), Campina Grande (PB), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP) foram às ruas com placas com as reinvindicações dos(as) SPFs e contra as intervenções do governo Bolsonaro nas universidades públicas.

 

Na capital federal, a categoria se reuniu no Espaço do Servidor e realizou uma caminhada pela Esplanada dos Ministérios até o Ministério da Economia. Com cartazes e palavras de ordem, os e as manifestantes cobravam o reajuste 19,99%, referente à inflação acumulada nos três primeiros anos do governo de Jair Bolsonaro, conforme o Índice de Preços ao Consumidor Ampliado (IPCA/IBGE).

 

Em discurso, o 1º vice-Presidente do ANDES-SN, Milton Pinheiros, ressaltou a necessidade da unidade de luta para defender o funcionalismo público no Brasil. "Hoje é um dia de luta em defesa dos serviços públicos, em defesa da recomposição salarial das nossas categorias e das nossas carreiras. O ministro da Economia precisa ouvir e atender os 19,99% de reposição salarial. É o mínimo para que possamos enfrentar a inflação que esse governo estabeleceu no Brasil. Inflação que causa desemprego, fome e miséria. Nós do ANDES-SN estamos em conjunto e unidade de ação, com diversas categorias, em defesa dos serviços públicos, da educação e das Universidades".

 

Audiência Pública

 

Na terça (15), véspera do dia de mobilização e paralisação, o ANDESN-SN esteve presente na audiência pública na Câmara dos(as) Deputados(as), em Brasília. Em pronunciamento, a 2ª secretária do ANDES-SN, Fran Rebelatto, destacou a luta pela recomposição salarial e a defesa dos serviços públicos.

 

“Quando falamos de recomposição salarial para as trabalhadoras e trabalhadores do serviço público, estamos falando da valorização do serviço prestado para quem mais precisa, da população que necessita da educação, da segurança, da assistência social, de todos aqueles e aquelas que, nesse momento, estão com as suas vidas ainda mais precarizadas, diante do ataque e da destruição que está acontecendo no Brasil”, disse.

 

 

Rumo à greve geral

 

A mobilização pela recomposição salarial ganhou forças desde o início deste ano. No dia 18 de janeiro, um documento com as principais reivindicações do conjunto das categorias foi protocolado no Ministério da Economia, mas até agora o governo nâo se pronunciou.

 

Além do reajuste salarial, os(as) SPFs reivindica derrubada da Emenda Constitucional do Teto dos Gastos (EC 95) e a Reforma Administrativa (PEC 32/2020).

 

Seções sindicais do ANDES-SN, entre elas a ADUA, já aprovaram a construção da greve e se organizam para o enfretamento e resistência na denúncia dos cortes orçamentários da educação, precarização da educação pública e o desmonte dos serviços públicos.

 

Em defesa da educação, dos serviços públicos e pelo reajuste salarial, já!

 

 

Fotos: ANDES-SN

 

 

Fonte: ADUA com informações do ANDES-SN

 



Galeria de Fotos
 

 

COMENTÁRIO:


NOME:


E-MAIL:

 






energia solar manaus

Manaus/Amazonas
Av. Rodrigo Otávio Jordão Ramos, 6.200, Campus Universitário da UFAM, Setor Sul Coroado - CEP 69080-900 - Manaus/Amazonas

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:
+55 92 4104-0031
+55 92  98138-2677
aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL