Av. Rodrigo Otávio Jordão Ramos, 6.200, Campus Universitário da UFAM, Setor Sul, bairro Coroado - CEP 69077-900 - Manaus/Amazonas

Whatsapp +55 92  98138-2677
+55 92 4104-0031


Viva Melhor


   


  14/01/2022


Paralisação nacional mobiliza defesa do serviço público



 

Em luta pela recomposição salarial, a ADUA participará da paralisação geral do funcionalismo público na terça-feira (18), mobilização proposta pelo Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate). A decisão ocorre após reunião dos setores das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) vinculadas ao ANDES-SN, realizada na quarta-feira (12). Também serão organizadas rodadas de assembleias do dia 17 de janeiro a 11 de fevereiro de 2022, como parte da construção de greve unificada do Serviço Público Federal. 

 

Com salário defasado e sem ajuste há cinco anos, a motivação do enfrentamento também ocorre após anúncio de aumento somente para as carreiras policiais federais em 2022.

 

“Sem dúvida nenhuma nós estamos vivendo um momento muito delicado. Estamos em meio a uma pandemia que tem se agravado cada dia mais. A ADUA e o ANDES-SN não podem se furtar da luta por aquilo que sempre foi uma pauta nossa: o direito da classe trabalhadora a condições de vida digna e a salário decente. Nesse sentido, é fundamental que o sindicato resgate algumas questões constitutivas de nossa pauta:  condições de trabalho na universidade, fortalecimento da educação pública, gratuita, laica  e socialmente referenciada, e recomposição orçamentaria das instituições”, enfatizou o 1º vice-presidente da ADUA, Aldair Oliveira de Andrade.

 

A mobilização acontece em uma conjuntura de constantes ataques do governo federal ao funcionamento das Ifes e aos(as) servidores(as) dos serviços públicos. Segundo cálculo do Fonacate, a perda salarial da categoria foi de aproximadamente 27%.

 

O docente Aldair Oliveira afirma que o governo federal tem se negado a cumprir os acordos, e que por isso é necessária discussão sobre a recomposição salarial e acentuar o debate sobre as pautas gerais do funcionalismo público.

 

“A ADUA se posiciona favoravelmente à necessidade de discutir com a categoria docente a questão dos serviços públicos e dos deveres constitucionais do Estado brasileiro. Faz-se necessário que o conjunto da classe trabalhadora se reúna para discutir essas questões”, complementa.

 

Pelo menos 19 categorias do funcionalismo público participarão da paralisação nacional na próxima terça-feira (18). A plenária do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) está agendada para esta sexta-feira (14), quando devem debater encaminhamentos sobre a construção da greve geral do funcionalismo federal.  Outras categorias devem ainda realizar assembleias para ampliar o movimento.

 

Foto: Fonasefe/ Divulgação 

 

 

Fontes: ADUA com informações do ANDES-SN, Fonasefe, Valor-Investe e Congresso em Foco.



Galeria de Fotos
 

 

COMENTÁRIO:


NOME:


E-MAIL:

 






energia solar manaus

Manaus/Amazonas
Av. Rodrigo Otávio Jordão Ramos, 6.200, Campus Universitário da UFAM, Setor Sul, bairro Coroado - CEP 69077-900 - Manaus/Amazonas

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:
+55 92 4104-0031
+55 92  98138-2677
aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL