Av. Octávio Hamilton Botelho Mourão, 6.200, Campus Universitário UFAM, Setor Sul, bairro Coroado 1. CEP 69080-900

Whatsapp +55 92  98138-2677


Viva Melhor


   


  12/01/2022


Entidade apoia vacinação de crianças indígenas



 

Com o mote Vacina Criança Indígena, a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), juntamente com suas organizações regionais de base, manifesta apoio à decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de iniciar a imunização contra covid-19 em crianças de 5 a 11 anos.

 

Segundo dados do Comitê Nacional de Vida e Memória e das Organizações indígenas de base da Apib, a covid-19 já afetou 162 povos indígenas, sendo confirmados 63. 173 casos da doença e 1.253 óbitos de indígenas no Brasil. No Amazonas, o monitoramento da covid-19 em indígenas no estado, por meio da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), informa que foram registrados 7. 577 casos, sendo 311 óbitos, até o dia 11 de janeiro deste ano.

 

A Apib exigiu a inclusão de todas as crianças indígenas que vivem dentro e fora de territórios homologados, assim como a continuidade de imunização para adolescentes de 12 a 18 anos, cumprindo a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 709, medida cautelar que garante a proteção do direito à saúde dos povos indígenas isolados e de recente contato.

 

Por meio dessa decisão, o objetivo é garantir a inclusão dos povos indígenas como grupo prioritário na vacinação, incluindo os povos refugiados que vivem no Brasil, como o povo Warao, da Venezuela.

 

A Apib também repudiou os ataques feitos pelo governo Bolsonaro contra a decisão da Anvisa, o órgão da administração federal responsável pela verificação da qualidade, segurança e eficácia das vacinas aplicadas no Brasil.

 

“A decisão da Anvisa foi realizada no dia 17 de dezembro de 2021 e está baseada em dados epidemiológicos nacionais e internacionais sobre o impacto da COVID-19 nas diferentes faixas etárias, considerando o risco de infecção, transmissão, e agravamento (hospitalização e morte) e dados dos estudos sobre a eficiência e segurança da vacinação de crianças”, afirma a entidade.

 

Com a aprovação da versão pediátrica da vacina da Pfizer, a estimativa é vacinar 20 milhões de crianças até o final do primeiro trimestre de 2022.

 

Fontes: ADUA com informações da Apib, FVS-AM e Anvisa.

 

Leia também:

 

Vitória: pedido médico não será mais obrigatório para vacinação contra covid-19 em crianças



Galeria de Fotos
 

 

COMENTÁRIO:


NOME:


E-MAIL:

 






energia solar manaus

Manaus/Amazonas
Av. Octávio Hamilton Botelho Mourão, 6.200, Campus Universitário UFAM, Setor Sul, bairro Coroado 1. CEP 69080-900

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:

+55 92  98138-2677
aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL