Av. Octávio Hamilton Botelho Mourão, 6.200, Campus Universitário UFAM, Setor Sul, bairro Coroado 1. CEP 69080-900

Whatsapp +55 92  98138-2677


Viva Melhor


   


  05/05/2021


Patrícia Barra: ANDES-SN e CSP-Conlutas prestam solidariedade à presidente da ADUERN



O ANDES-SN e CSP-Conlutas – entidades às quais a ADUA integra – prestaram solidariedade à presidente da Associação do Docentes da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (ADUERN), Patrícia Barra. Única mulher a integrar a Comissão Eleitoral para o pleito à reitoria da UERN, a professora tem sido questionada por sua atuação.

 

Manifestações públicas desrespeitosas que atingem à entidade sindical e à presidente da ADUERN foram proferidas pelo presidente da Comissão Eleitoral e publicadas na página da Universidade no último dia 23 de abril.

 

A nota tenta submeter à exposição e ao constrangimento a entidade sindical e repete a nova versão acerca da obrigatoriedade do cadastro, defendida pela reitoria da UERN. O presidente da Comissão também faz grave acusação à Patrícia Barra, afirmando conduta pessoal partidária.

 

Leia na íntegras as notas:

 

NOTA DA DIRETORIA NACIONAL DO ANDES-SN DE SOLIDARIEDADE À PRESIDENTA DA ADUERN PATRÍCIA BARRA

 

 

A Diretoria Nacional do ANDES-SN manifesta solidariedade à diretoria da ADUERN, em especial à presidenta da entidade, Patrícia Barra, que representa a seção sindical na Comissão Eleitoral para o pleito à reitoria da UERN.

 

É de conhecimento público que o processo eleitoral está suspenso devido a um questionamento jurídico feito pela chapa “Uma Outra UERN é Possível” acatado pelo Ministério Público através de um mandado de segurança. O questionamento se refere à garantia do direito de voto para estudantes, técnico(a)s-administrativo(a)s e professore(a)s que estão apto(a)s a votar, pois a exigência de cadastro prévio na plataforma SIGA-A fez com que muito(a)s possíveis votantes não conseguissem cadastrar-se em tempo hábil para votação.

 

Mediante essa situação e em luta pela garantia da democracia na escolha do(a)s nosso(a)s representantes nas universidades, a ADUERN tem cumprido um papel histórico de representação da nossa categoria em defesa das liberdades democráticas e direitos da classe trabalhadora. A preservação do direito ao voto vem sendo pleiteada pela ADUERN com a compreensão de que um processo de fato democrático só é possível com a participação efetiva de todos os segmentos da comunidade acadêmica.

 

O posicionamento da entidade sindical está pautado num posicionamento em respeito às decisões da categoria e coerente com a história da ADUERN. Deste modo, prestamos profunda solidariedade à presidenta da seção sindical do ANDES-SN, que fala em nome da entidade e que, como única mulher na comissão eleitoral, tem sido questionada por sua atuação na referida comissão. Não podemos compactuar com nenhuma forma de intimidação à nossa seção sindical e, em especial, à professora Patrícia Barra, que representa o conjunto da categoria docente.

 

Brasília (DF), 27 de abril de 2021

Diretoria do ANDES-Sindicato Nacional

 

----------------------------------------------------------------------------------------------

 

Moção de solidariedade à ADUERN e desagravo à reitoria da UERN

 

(Sindicatos - movimentos - entidade) abaixo assinado manifesta total e inequívoca solidariedade e apoio a ADUERN em virtude das manifestações públicas desrespeitosas que atingem a entidade sindical e a sua presidente, proferidas pelo presidente da Comissão Eleitoral e publicadas na página oficial da UERN no dia 23 de abril de 2021.

 

O presidente da comissão eleitoral do pleito para reitor e vice-reitor da UERN, à revelia dos demais membros que compõem a comissão, publicou nota na página da universidade onde tenta submeter à exposição e ao constrangimento a entidade sindical que representa os docentes dessa universidade.

 

Ao mesmo tempo que também repete a nova versão dos fatos acerca da obrigatoriedade do cadastro, defendida pela reitoria da UERN, a quem representa na comissão, o referido presidente faz grave acusação à presidente da ADUERN, afirmando conduta pessoal partidária. Todavia não cita nenhum fato para fundamentar sua posição.

 

É lamentável que mais uma vez estejamos presenciando a falta de tolerância às opiniões divergentes e o ataque gratuito contra as entidades que congrega e organiza os trabalhadores, como tanto se tem visto no contexto atual que também tenta silenciar a imprensa livre, amordaçar professores e professoras e calar a voz das mulheres.

 

Temos total consciência do papel que desempenhamos e por isso exigimos que o referido presidente faça a comprovação de suas afirmações e, na incapacidade de fazê-lo, realize, junto a reitoria da UERN, que autorizou a publicação da nota, retração pública pelo desrespeito a entidade que representamos e que construir sua credibilidade às custas de muitos esforços e muitas lutas.

 

Esta moção também é endereçada à Reitora em Exercício, Profa. Fátima Raquel Rosado Morais, Presidenta do CONSUNI, pelo fato de não encaminhar providências no sentido de resolver os impasses e passar a utilizar-se da mídia numa postura defensiva, ao tempo em que se mostrou desrespeitosa frente às liminares judiciais e também quando apela para uma propaganda extemporânea de seus candidatos no pleito.

 

Foto: ADUERN

 

Fontes: com informações do ANDES-SN e da CSP-Conlutas



Galeria de Fotos
 

 

COMENTÁRIO:


NOME:


E-MAIL:

 






energia solar manaus

Manaus/Amazonas
Av. Octávio Hamilton Botelho Mourão, 6.200, Campus Universitário UFAM, Setor Sul, bairro Coroado 1. CEP 69080-900

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:

+55 92  98138-2677
aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL