Av. Octávio Hamilton Botelho Mourão, 6.200, Campus Universitário UFAM, Setor Sul, bairro Coroado 1. CEP 69080-900

Whatsapp +55 92  98138-2677


Viva Melhor


   


  28/04/2021


28 de abril: CSP-Conlutas debate Memória às Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho



Acontece nesta quarta-feira (28) um debate virtual para marcar o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho.  O evento será às 18h, com transmissão pela página do Facebook da CSP-Conlutas Nacional: https://www.facebook.com/CSPConlutas

 

O objetivo é colocar em pauta a importância de luta por justiça e defesa dos direitos, da vida e da saúde e segurança da classe trabalhadora, em especial neste contexto pandêmico, no qual  diversas categorias tiveram muitas perdas.

 

A proposta da CSP – Conlutas é marcar o dia com atos presenciais, seguindo as orientações de segurança da OMS (Organização Mundial da Saúde), e virtuais.

 

Os palestrantes que vão participar da live são:

 

Marcus Orione, professor da Faculdade de Direito da USP; Cesar Brito, ex-presidente da OAB Nacional e atualmente advogado no STF (Supremo Tribunal Federal) e TST (Tribunal Superior do Trabalho), em Brasília;

 

Zila Camarão, enfermeira do Hospital Universitário João Barros Barreto/UFPA e da entidade COMBATE;

 

Reginaldo Souza, diretor do Sindicato dos Químicos-SJC e da entidade Tendência Sindical Unidos Para Lutar.

 

A programação é para que se realize um dia de luto e luta devido o verdadeiro genocídio que está acontecendo no Brasil. O negacionismo à ciência, somado à não garantida do auxílio emergencial e grande exposição ao risco de doença e morte pela Covid-19, leva a irreparável perda de trabalhadores e trabalhadoras em todo o país.

 

 

Dados

 

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) instituiu o 28 de abril como o Dia Mundial
da Segurança e da Saúde no Trabalho, em memória às vítimas de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho. No Brasil, a Lei 11.121/2005 determinou a mesma data como o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho.

 

Por volta de 6 mil trabalhadores da saúde, linha de frente no combate à Covid-19 morreram de março de 2020 até fevereiro de 2021, o que representa um aumento exponencial em relação ao mesmo período de 2019, quando houve 3.571 mortes. Outras categorias também foram duramente atingidas, como  os trabalhadores de caixas de mercado, motoristas de ônibus e vigilantes, os quais estão entre as categorias que tiveram aumento no número de perdas, de acordo com estudo feito pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), ligado ao Ministério da Economia.

 

Segundo Jordano Carvalho, integrante do Setorial de Saúde do Trabalhador da CSP-Conlutas, é preciso garantir vacinação ampla pelo SUS, lockdown com auxílio emergencial digno, manutenção dos direitos e empregos e exigir o Fora Bolsonaro e Mourão.

 

 

O ANDES-SN ( Seção Sindical a qual ADUA integra) recorda esta data como um dia de luto e luta, em memória e respeito aos trabalhadores e trabalhadoras que faleceram em decorrência da Covid-19, e de modo especial se solidariza ao profissionais de Saúde que convivem diariamente com exposição à doença, correndo maior risco de contágio, tendo em vista a lentidão na vacinação, o risco de colapso no sistema e todas as consequências psicológicas e sociais que podem sofrer em decorrência do trabalho na linha de frente do combate à Covid-19.  

 


Fonte: Com informações da CSP-Conlutas e ANDES-SN

 

Leia mais

Encontro Nacional de Saúde do (a) Trabalhador (a) acontece neste sábado (24)



Galeria de Fotos
 

 

COMENTÁRIO:


NOME:


E-MAIL:

 






energia solar manaus

Manaus/Amazonas
Av. Octávio Hamilton Botelho Mourão, 6.200, Campus Universitário UFAM, Setor Sul, bairro Coroado 1. CEP 69080-900

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:

+55 92  98138-2677
aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL