Av. General Rodrigo Otávio, 3000, Campus Universitário UFAM - Coroado

Whatsapp +55 92  98138-2677
+55 92  98138-2677


Viva Melhor Viva Melhor


   


  19/03/2021


Central Sindical denuncia censura do Governo do Amazonas



A Central Sindical e Popular Conlutas (CSP-Conlutas) – a qual a ADUA integra – denuncia, nesta sexta-feira (19), a censura por parte do governo do Amazonas de outdoors com dizeres em que a entidade cobra ações das autoridades governamentais para o controle da pandemia do coronavírus no Estado. A ação faz parte da campanha “SOS Amazonas: em defesa da vida e do Brasil”, promovida pela CSP-Conlutas, outras entidades sindicais e movimentos sociais.   

 

Na terça-feira (16), a Central também entrou com uma Ação Civil Pública (ACP) contra as medidas ineficazes da Prefeitura de Manaus para deter a propagação do novo coronavírus e suas mutações. A petição exige o lockdown imediato, com o bloqueio total na capital amazonense. A Justiça intimou a Prefeitura para prestar esclarecimentos.

 

Em nota a central sindical informou que a empresa de outdoors contratada alegou que teria até sofrido ameaça de morte. “Convocamos todas as entidades da classe trabalhadora, movimentos sociais, a imprensa e a população de nosso estado para repudiarem essa medida autoritária do governo. É imprescindível lutar para que nossa voz não seja sufocada”, afirma a entidade no documento.

 

Leia a nota completa da CSP-Conlutas divulga nesta sexta:

 

 

Wilson Lima censura outdoors da CSP-Conlutas

 

A CSP-Conlutas, entidades sindicais e movimentos sociais lançaram em Manaus recentemente uma ampla campanha “SOS Amazonas: em defesa da vida e do Brasil” exigindo vacina para toda população, auxílio emergencial para todos (as) que precisam e lockdown urgente.

 

A campanha SOS Amazonas consiste nas exigências dessas medidas para enfrentamento da pandemia e em denúncia dos governos das três esferas.

 

Além da propaganda que inclui outdoors, carros de som, faixas e mídias digitais, na última terça-feira (16), a CSP-Conlutas deu entrada em uma Ação Civil Pública (ACP) contra as medidas ineficazes da Prefeitura de Manaus para deter a propagação do novo coronavírus. A petição exige o lockdown imediato, com o bloqueio total na capital amazonense para evitar novas cenas dramáticas que foram vivenciadas nos meses iniciais deste ano. A Justiça já intimou a Prefeitura para prestar esclarecimentos e apreciará a liminar em 72 horas.

 

Numa medida autoritária e repressiva, empresários e o Governo do Estado pressionaram a empresa de outdoor para retirar nossas placas. A empresa contratada pela CSP-Conlutas alegou que teria, inclusive, sofrido ameaça de morte, por expor as autoridades responsáveis pelo caos da pandemia.

 

Convocamos todas as entidades da classe trabalhadora, movimentos sociais, a imprensa e a população de nosso estado para repudiarem essa medida autoritária do governo. É imprescindível lutar para que nossa voz não seja sufocada! Vamos barrar a política genocida de Bolsonaro e Wilson Lima que sufoca milhões na miséria, sem atendimento adequado à saúde!

 

É hora de parar o vírus. Já são quase 300 mil pessoas mortas!

 

 

Não à censura!

Isolamento social sério para conter o vírus!

Auxílio emergencial de 1 salário mínimo para todos/as que precisam fazer isolamento social!

Vacina para toda a população já!



Galeria de Fotos
 

 

COMENTÁRIO:


NOME:


E-MAIL:

 






energia solar manaus

Manaus/Amazonas
Av. General Rodrigo Otávio, 3000, Campus Universitário UFAM - Coroado

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:
+55 92  98138-2677
+55 92  98138-2677
aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL